quarta-feira, fevereiro 08, 2012

MISERÁVEL, DECADENTE FRAQUEZA PORTUGUESA

«De meu ponto de vista, o acordo só interessa a uns poucos e nada à nação brasileira, como um todo. Já Portugal deu uma prova inequívoca de fraqueza ao se submeter ao interesse localista brasileiro, apesar da oposição muito forte de notáveis intelectuais, que, muito mais do que aqui, argumentaram com brilho contra o texto e os objetivos (ou falta de objetivos legítimos) do acordo.» Paulo Franchetti

Sem comentários: