segunda-feira, março 05, 2012

OS NOSSOS MEDIA SÃO MARICAS

Fora o Correio da Manhã, os demais media TV, Rádios e Imprensa , só podem ser dirigidos por maricas. As escutas fora do segredo de Justiça onde Sócrates, em sofreguidão comprometida, é apanhado a tratar de assuntos absolutamente obscenos com ampla ilicitude, por se servir do seu poder e influência, atestam a mais escandalosa pulhice num cargo de tal magna importância em trinta e oito anos de suposta ou putativa democracia. Nada mais aviltante que Portugal seja essa terra de cobardes que cala perante tais abusos, tais falsificações e manipulações sem extrair uma conclusão e uma lição úteis para que se compreenda o que representa consequentemente o nosso presente. Nada mais asqueroso do que não haver amplo interesse mediático e ampla divulgação do que o CM demonstra: termos sido governados por gente infrequentável até à quinta casa. Nesta questão, não há Direita da Sarjeta nem Esquerda de Cloaca. Não é uma questão de calúnia e muito menos uma questão de armamento político: Sócrates conspurcou com toda a espécie de lixo moral as funções que assumiu. Na mesma medida em que o roubo e as ilegalidades no BPN, BCP e BPP são execráveis e dignas de frontal combate justiciário pelos cidadãos, pelas pessoas de bem, pelos indignados e ultrajados do prostíbulo em que a República recaiu, também urge criminalizar políticos criminosos, abusadores, usurpadores e sonegadores de toda a verdade nos seus actos dolosos, gente que enriqueceu pessoalmente enquanto nos danou por inteiro. O PS necessita demarcar-se dessa fealdade moral, dessas práticas manipulatórias, de todos os sinais de abuso de poder e usurpação de funções que Sócrates praticou com ampla complacência. Todos sofremos hoje devido a essa pátina de nojeira.

Sem comentários: