quarta-feira, agosto 01, 2012

CMVM E O TRÁFICO DE MAMAS

Sabendo-se que os administradores executivos de empresas cotadas na bolsa de Lisboa, em 2010, acumulavam, em média, o cargo com funções executivas em oito empresas de dentro ou de fora do grupo e que, em média, esses executivos acumulavam lugares de administração em 11,9 sociedades de dentro e de fora do grupo (com ou sem funções executivas), que as remunerações médias atribuídas aos executivos eram de 449,3 mil euros, contra 513 mil em 2009, e que vinte e um receberam mais de um milhão de euros, “tendo o valor máximo sido de 1,42 milhões de euros”, é caso para dizer que estas mamas, traficadas e acumuladas, ajudam a explicar por que outros como eu devam ser escravos toda a vida, não tenham dinheiro para mais que a sobrevivência nem horizontes para além dela. Ele, o dinheiro, está todo num só lugar a criar bolor e a fazer desumanidade. Especialmente em Portugal, um dos mais belos Cus-de-Judas do Mundo.

Sem comentários: