quinta-feira, agosto 16, 2012

CSANAD SZEGEDI, O HIBRIDO

Temos um problema tão grave como a fome:
ainda há muitos imbecis.
Uma das revelações mais transformadoras é a do sangue e a da ancestralidade. Csanad Szegedi, que brilhava na erzatz recente e recessa da extrema-direita húngara, partido Jobbik, mudou, ao descobrir que também era judeu. Aceitou-se. Amou-se. Prometeu deixar para trás o ranço violento.

Sem comentários: