sábado, agosto 11, 2012

MEMENTO PORCALHONIS

Exceptuando esta puta, qualquer alminha isenta sabe que de 2008 a 2011, o Governo do Absolutamente Desavergonhado falsificou contas e relatórios para esconder buracos gigantescos e tomou decisões daninhas, boas para o bolso dos decisores e dos privados favorecidos, más para os contribuintes, que deixaram as futuras gerações penhoradas para além da respectiva capacidade de pagamento. Sabe também que parte dos problemas de Portugal, sobretudo as nossas dificuldades de financiamento, resultavam da apreciação negativa que os mercados faziam sobre imensa e crassa falta de credibilidade sobretudo do último de esses dois Governos de rapina e glutonaria despesista infrenes. Sabe, finalmente, que era urgente que tal Governo liderados por um ávido comissionista de negociatas, graças à sua posição de poder, fosse substituído e investigado até ao mais ínfimo cêntimo. O Regime não em colhões para isso, só para, volta e meia, nos saquear e foder por aqui e por ali. Hoje, é verdade que Portugal se debate com imensos problemas, tirando o da credibilidade externa, e todos temos sido sugados até ao tutano, ok, uns mais, outros menos. Já só falta colocar o porcalhão, e os seus ladrões, na prisão. 

Sem comentários: