segunda-feira, setembro 10, 2012

DESGRAÇAS DO FUTEBOL

Vá lá, séculos depois e quando já todos estávamos esquecidos, o Tribunal Criminal de Lisboa condena nesta Segunda-feira o ex-futebolista João Vieira Pinto, o empresário José Veiga, o administrador da Sporting SAD Luís Duque e o antigo dirigente do clube Rui Meireles pela autoria de um crime de fraude fiscal. A 6.ª Vara do Tribunal Criminal de Lisboa condenou ainda José Veiga por um crime de branqueamento de capitais, absolvendo os restantes arguidos da prática deste crime. Todos os arguidos receberam penas suspensas e cada um foi igualmente condenado ao pagamento de uma multa de 169.629 euros.

2 comentários:

Anónimo disse...

Tss, tss, muito mal, muito mal. O Futebol é um produto estratégico a quem o sistema capitalista deve tudo. Impede a acção ideológica nos bairros sociais e permite que os dirigentes dos partidos capitalistas apareçam em campanha ao lado das vedetas e dos patrões dos clubes, ficando bem na fotografia e atraindo os parolos do proletariado e classe média a votar neles sem se aperceberem de como isso é desatroso para os interesses dessas classes. Depois de tantos favores, custava alguma coisa aos políticos fazer vista grossa a um ou dois milhoezitos de impostos? Já não há decência nem gratidão neste país.

Anónimo disse...

Pois é, o que tu não sabes é que todas as decisões que o governo tem tomado são cozinhadas em Paris pelo teu amigo.
Não te preocupes que te vai sair o euromilhões, entretanto vai tomando aspirinas.