sexta-feira, outubro 05, 2012

O REGIME FALHOU. REFERENDEMOS O REGIME

Hoje não há grande coisa a comemorar. O que ganha um ex-Presidente da República? Motoristas e segurança privada pelo resto da vida, além de uma subvenção gorda. O que ganha um ex-Primeiro-Ministro? Tudo o que puder, se for corrupto. Pode mesmo fugir de cena e parecer que nem tem nada a ver com isto-Catástrofe em Decurso. Eu gostaria simplesmente que me fosse autorizado votar num referendo onde pudesse escolher entre a fórmula de sucesso Monarquia, à imagem dos Países que, na Europa, não consta bordejem a bancarrota e são prósperos e civicamente avançados, e isto-República que dura! Gostava de ter um Rei que não tivesse para onde fugir, que não tivesse uma Paris onde se acoitar após anos de prodigiosa parasitagem, mas fosse um esteio de estabilidade e identidade portuguesa. Um homem de Estado não se improvisa. Leva décadas a forjar. Por que não referendar a continuidade deste Regime Falhado e tal continuidade perder para uma Monarquia Constitucional, onde o pluralismo, a liberdade e a democracia não mais se confinem a promessas vãs, quando tudo se faz, legisla e decide em favor da Aristocracia Política e a Oligocracia, agentes da nossa Bancarrota, mas imunes a ela, dos nossos Sacrifícios, mas isentos deles, e da nossa Austeridade, que os não atinge?! Referendemos isto. Nem que seja por vingança.

1 comentário:

Anónimo disse...

monarquia pá é isso! consta que a suazilândia tá optima!