segunda-feira, novembro 05, 2012

E NO ENTANTO ELA É MAIS UMA A FAZER ATRITO

"Não é possível" resolver problemas complexos "em democracia"
«A antiga líder do PSD e ex-ministra das Finanças Manuela Ferreira Leite disse hoje, em Coimbra, que a resolução de problemas complexos ou a afronta a corporações "não é muito possível, na prática", de ser feita em democracia.» DN

1 comentário:

Anónimo disse...

quanto à dona Leite parece éne enervada porque aparentemente lhe estão a ir à sua aposentação dourada, por isso a sua opinião deve ser lida num contexto relativo. Ora, se há que ir às aposentações há que ir ás “douradas”, aliás se se fosse mais a essas evitava-se cortar naquelas que nem o limiar da sobrevivência com alguma dignidade conseguem garantir. Quanto à ideia de que a “classe média” é o sustentáculo da democracia parece-me uma ideia ad-hoc, um pouco esquizofrénica até, porque a “classe média” a que a dona Leite de está a referir, e na qual se sente integrada, em Portugal é uma classe privilegiada e, no contexto português, não é classe média mas sim “classe alta”.