segunda-feira, novembro 05, 2012

ZERO SEGURO SOMA E SEGUE ABAIXO DE ZERO

Portugal não merecia isto. Com a maior desfaçatez só possível com esse partido de alterne PS, Seguro coloca o corpo fora e o do seu partido dos esforços e partilha de responsabilidades no sentido de se resolver um gravíssimo problema de falta de dinheiro em Portugal, dizendo que «deve ser o Governo e a Troyka a encontrarem a resposta para o problema que eles próprios criaram e negociaram». Mas não foi o Governo socialista de Sócrates a gerar o problema colossal de financiamento do Estado Português? Não foi o Governo socialista que criou todas as condições para termos o auxílio e as condições e o dinheiro da Troyka [BCE, Comissão Europeia, FMI]? E não foi ele que negociou com ela o Memorando de que se quer descartar?! Esta colagem oportunística do inenarrável Seguro à Esquerda Tresloucada e Fantasista corresponde ao seu fim político, pois certamente a maioria dos cidadãos que vota em Portugal nunca deu expressão a esses partidos por razões que a Razão ratifica. Se a Democracia permite tacticismos reles e perdas de tempo, não há problema complexo e grave que possamos resolver.

Sem comentários: