quinta-feira, maio 16, 2013

ISABEL ARRIAGA E CUNHA NÃO DIZ

A notícia poderia adocicar a nossa esperança, pois se há alemães sensíveis e fartos do ónus de impositores da austeridade, isso seria um começo de conversa, mas a jornalista não diz quais, pelo menos na edição online.

Sem comentários: