segunda-feira, junho 03, 2013

ONTEM O MORCEGO MARCELO

Ao comentar o triste espectáculo da Aula Magna, Marcelo foi brando, mediocrizando em argumentos políticos o que pertenceria à moral pública. Estes comentadores há anos no comentário tornam-se espíritos  parciais, afeitos ao que há, inócuos, urbanos e previsíveis, para não dizer reverenciais e beija-mãozinhas. Talvez em atenção ao amigo Eduardo Barroso, faltou ali ao Professor Morcego o apontar do dedo à deslealdade total do senil Soares com o que o Regime tem de democrático e institucional: ser-se democrático quando a coisa corre a nosso contento e golpista quando não corre, é feio. Resume a mentira essencial dos fósseis minoritários de Esquerda, dos seus comportamentos e iniciativas.

Sem comentários: