sábado, dezembro 30, 2006

A FORCA DA PAZ E AS BUSHIMPUNIDADES














Cansatividade,
radiocansatividade dos outros
sobre nós, em cima de nós.
Os vossos pedidos não serão atendidos.
As vossas requisições serão rechaçadas.
Agora ficareis dependurados sadamianamente
já que sadomasoquistiastes a minha frágil paciência de Job.

Ó cansaço cansativo da vossa radiocansatividade
de nos requerer utilitariamente como se fôssemos coisas vossas à mão,
a que deitais a mão em impulsos sôfregos!

Pronto, acabei de versejar sobre uma coisa completamente outra
num dia de forca apressada.
Foi a forca da paz.
Foi o exemplo pela forca.

O cinismo internacional soma e segue!

O novo ano será auspicioso,
só pode ser, já se vê.
Começará após a lixívia de esta Pena de Morte aplicada sem demora.
Começará depois da pólvora, da mecha, do TNT etnicida desencadeado.

O mundo precisa de um Tribunal Penal Internacional
para fazer justiça com ditadores vivos,
com líderes africanos corruptos,
com régulos brutais,
com governos irresponsáveis
e onde a pena aplicada seja a reparação em dólares,
em reposições, em compensações e em prisão perpétua!

Até quando haverá planetárias bushimpunidades?


Joaquim Santos

Sem comentários: