quinta-feira, agosto 25, 2011

"AS REVOLUÇÕES NÃO SE FAZEM NOS BUFFETS"

"Queria ir a cocktails de metralhadora ao ombro. Queria dizer a uma velha namorada escandalizada pelos meus métodos que as revoluções não se fazem nos buffets, que não podemos ser selectivos, e ver o seu vestido de noite prateado molhar-se no sítio da cona." [Leonard Cohen, Belos Vencidos, pp. 30-32,Lisboa: Relógio D’Água, Novembro de 1997, 271 p; tradução de Margarida Vale de Gato; obra original: Beautiful Losers, 1966] Nunca Mais

3 comentários:

Força Força Camarada Vasco disse...

traditore tradutt'ore

ore's não são metais

Força Força Camarada Vasco disse...

na verdade uma das colunas que partiu do alentejo pra Lisboa em Abril de 74 combinou numa esplanada semi-vazia com 4 bicas e uns pastéis de laranja e feijão a dita revolução

foi algures após o fracasso da infantaria 3

no início de Abril acho que já tão todos enterrados

eram figuras secundárias...
nas revoluções teatrais são semp+re as 1ªs a apagar-se

dois tinham birró...
o sr. Major tinha uma pêra
três resolveram ficar no quartel no dia 25

um deu baixa médica a 22

um foi a uma consulta ó hospital militar e rumou ao cristo-rei pelas 3 da tarde
depois do almoço

logo talvez as revoluções e as comezainas estejam correlacionadas

ou a vontaDE de comer...

tempus fugit à pressa disse...

Segunda visita ao Brasil para depositar em Reais?

Quanto é que custa uma viage ó Brasiu?

é queu não bou de férias desde que fui trabalhar ai prá galiza em 2002...

e nunca travessei tlântico não