sexta-feira, agosto 03, 2007

CHARCUTARIA


Agora escolhe, se conseguires, meu amigo.
Abre a porta,
estende o braço,
sente o frio, e escolhe,
se conseguires.
Podes ver-te na puta da circunstância amarela
de teres de parir no átrio do hospital
ou um pouco mais longe,
só um pouco obstetra mais longe,
podes ter de te submeter à verde cirurgia claro,
já só quando estás para lá do ponto rosa de retorno para alguma saúde laranja que valha,
podes reparar que a mula azul que suporta tudo isto és vermelho tu precisamente,
e ainda suportarás mais por seres mula,
e ainda suportarás mais por seres o grande burro dos carregos da Coisa Pública,
podes ser tu o alvo prateado de injusta acrimónia de um marrar cego
só porque a um caralho laico lhe apetece
meter-se com a tua legítima sensibilidade mística,
a dos grandes pasmos criacionais,
a dos grandes ahs e ohs perante tudo isto vivo,
a das grandes missas naturais sobre o mar e sobre a montanha,
a dos grandes degelos, das Iguaçu torrentes Niagara,
a das grandes matas, florestas e desertos,
mas tens de escolher:
escolhe lá, então, de que filho da puta de exclusivo lado certo
ideológico da puta da vida é que queres estar, meu amigo.
Escolhe então.
Violência, é isso que escolhes e não abres mão!
çkl
Ó, caralhos me fodam, se eu alguma vez seguirei a tua cartilha laica,
se eu acatarei pardacento que os culpados de esta merda são sobretudo os padres,
as estruturas milenares de padres,
os seus textos de pedra,
o seu bafio a incenso,
o seu cheiro a cera...
a sua tutela das consciências...
a sua oferta de paz a saldo,
de uma consciência renovada,
igual à por renovar.
Vai-te foder, meu amigo,
que eu não sou de substituir uma tirania putativa por outra qualquer mais que certa!
Não me venhas vender patranhas dessas
porque de Judeus-exclusivos-culpados-Pretos de tudo,
está a puta da história antiga e recente cheia.
çlk
A puta da história recente mostra que não foram diferentes certos libertários
dos demais religioso-sanguinários.
São cabrões como tu, os que têm de escolher entre a mesma merda,
os que lamberam as batinas dos Secretário-Geral,
os que limparam as suas osgas do chão de gente,
os mais certos na puta de esta vida,
os mais racionais na puta de esta vida,
os mais esclarecidos na puta de esta vida
são cabrões como tu os verdadeiros culpados de esta merda toda,
porque escolheram só um bode expiatório,
porque escolheram a puta da violência,
porque a praticam numa teima homicida,
e é por verem apenas com o olho do cu
que há muito que merdacegaram!

4 comentários:

Tiago R Cardoso disse...

Está a ficar cada vez mais forte. Após isto tenho que ir lá fora apanhar ár.

Admin disse...

I agree with you but we can't always do so... I mean click the ads.
Your blog is really cool, i'll link it... ;)

Tiago R Cardoso disse...

Joshua,
Estava a ver que não entravas no barco. De Portugal para o mundo portuguesemanofwar.blogspot.com.

quintarantino disse...

Ó Joshua, aqui este labrego, se o amigo não se importasse ficava com aquela do rótulo verde. É que isto está cá um calor dos diabos, sabe, e um tipo não aguenta. E depois o meu amigo é um escriba furioso, fulminante a recordar aqueles tempos da Primeira República em que, por dá aquela palha, se erguiam varapaus e se zurzia nos costados alheios forte e feio à força de pena.
Ah, e seja bem vindo ao leme da nossa caravela!