quarta-feira, agosto 22, 2007

Tomas Luis de Victoria - O Magnum Mysterium

3 comentários:

Anónimo disse...

Adorei!

beijos

quintarantino disse...

Viva, cinco vezes viva...
Trovador de prosas azedas,
provador de limões ainda verdes...
Deliciado por ver e escutar
os delicados olfactos em matéria lírica.

Post Scriptum: aguardamos impacientes mais contributos seus, caro amigo. Faz-nos falta, faz-nos falta.

Samylla Quintela disse...

Muito obgrigado por elogiar meu trabalho e das minhas amigas!
Estamos muito felizes!
Beijos