sexta-feira, junho 01, 2007

LOBOS E MAUS


Parece-me óbvio que a OTA é uma teima.
Agora pensem se, além de esta obstipada obstinação governativa inédita,
há ainda outras teimas, outras manias, que nos colocam talvez
formalmente no bom caminho dos números,
mas à custa do Sangue e das Almas.
ljk
Imaginem!
çkk
Imaginem que é precisamente esse vosso indiferente
nem-querer-saber o terreno fértil
ou quando a manápula gulosa de este Poder Indiscutível
aperta a garganta à liberdade
aperta com firmeza e determinação,
mas com a lenta suavidade do veludo!

8 comentários:

Anónimo disse...

Apesar de ser "sem quorum" e não ser Majestade - sou republicano até à medula! -, agradeço a simpatia da preferência e do link. Retribuirei, não por mera reciprocidade, mas porque, nesta primeira visita, fiquei com vontade de cá voltar.
Abraço,
ALM

Anónimo disse...

Caro Joshua:
estará o seu link para "sem quorum" bem feito? Não consigo abrir meu blog a partir do seu... Será melhor chamar o canalizador informático? :)
Abraço renovado!
ALM

Leonor disse...

Caríssimo,
quando incursionar pelas minhas fatuidades faça-o na lingua de camões, please!, ou, de outro modo, irei pensar que fui invadida por estrangeiros snobes.


Joaquim, foi um prazer conhecê-lo. Irei passando para deixar mais fatuidades minhas.

Leonor disse...

Ah! este post acabou por baralhar-me as ideias. Estava, mais ou menos, inclinada para adoptar o nome de Genoveva e agora, com este seu post, acho que capuchinho rosa me assentava bem!!!

Não ajudou nada!! Que dilema!!!

Anónimo disse...

Eu, este animal manhoso bem menos que um animal, eu, este pedaço de merda manhosa ainda menos que merda, tento existir para ti, joshua. Tento existir para ti porque confesso que te amo, joshua, larilamente.
Mas não me ligas.
ahahahahahahahahahahaha

Angela Ursa disse...

Joshua, o fechamento do canal de TV venezuelana foi o estopim para uma série crise do governo. Sem liberdade de imprensa não é possível um governo democrático. Beijos da Ursa :))

Sofia Melo disse...

A OTA é um bicho que não existe ainda, mas já infectou o povo - uns, pelo dinheiro, outros pela revolta.
Saudações!

antonio ganhão disse...

Os tempos em que nos voltámos para os países desenvolvidos, em relação aos quais vendiamos uma imagem de "aluno bem comportado", já acabou. Esses países conhecem-nos demasiado bem para irem nas nossas cantigas.

Chão que já deu uvas!

Agora temos que nos virar para os países emergentes, e claro, é natural que as afinidades políticas e de estilo se revelem nas preferências!

Força SócrateZ.