quinta-feira, abril 21, 2011

BICO AO GRANDE PRESIDIÁRIO ADIADO

Não bastava a urgência vital em o País se lavar de Sócrates o quanto antes, tinha de haver fragmentação e mesquinhez da grossa na laranja social-democrata: não faltam vaidades absolutamente malcheirentas e pedantes a escaqueirar todos os dias qualquer esperança de renovar os ares pestilentos que dimanam da rataria e afogam Portugal num escusado vexame internacional. Não parece interessar ao eleitorado [em boa parte decadente, tíbio e primário] que o PSD tenha a vantagem de o liderar alguém que não pode, de modo algum, igualar o recorde da trapaça e da batota do xéu José Sócrates, esse grande presidiário adiado: que é que querem mais? Toda a gente faz bicos ao Presidiário Primadonna Adiado: especialmente alguns media e muitos dos que temem perder privilégios imorais. Mais bancarrota em cima da bancarrota? A carta ressentida de Capucho [Pittawho else!?, baba ao divulgar a guloseima, especialista em bicos] releva somente dos malefícios do carreirismo partidário, da escada partidária, do desejo de escalada por via partidária. Fez-se Capucho à presidência da AR e correu mal? Por que não segue para bingo? Olhos em quem divide para reinar. Em quem engana para durar.

Sem comentários: