sexta-feira, abril 22, 2011

O MAU MARTÍRIO DE TEIXEIRA E AMADO

O que pensar de Teixeira dos Santos? O pior possível como vice-ministro das finanças submisso aos maus fígados do Primadonna, supremo manipulador e fraude ambulante. Terá Teixeira sido moralmente sequestrado? Padeceu porventura da síndrome de Estocolmo? O certo é que esses servidores dos socialistas, Teixeira e Amado, são mártires às mãos de Sócrates, coitados. O verdadeiro mau ministro das Finanças sempre foi Sócrates, também o verdadeiro mau ministro da Educação. Afinal, o pobre homem Teixeira, tão leal e tão denodado na língua de pau da treta retardatária da ajuda, não foi sequer convidado para as listas para a deputação como prémio e sinecura suprema. Porquê? Porque forçou a ajuda externa. O Grande Mártir e Agente da Bancarrota made by Partido Socialista nem sequer aparece. Deixou um comunicado a denunciar o não convite. Tem de se concordar com o que escreve o DN: «Ele, ministro do Estado. Ele, que fora o grande trunfo eleitoral de 2009, o rosto da credibilidade financeira que Sócrates contrapunha a Manuela Ferreira Leite, um dos dois únicos ministros (o outro foi Vieira da Silva) com direito a bisar a presença num comício. Agora, quase dois anos e uma bancarrota depois, as "coisas começam e acabam", justificou Vieira da Silva, responsável pela elaboração das listas dos deputados. Em plena negociação com a "troyka" internacional, o Governo vive uma situação caricata: o primeiro-ministro e o ministro das Finanças estão de costas voltadas.» Outro tanto sucede com Amado. Ambos são mártires, vítimas do socialismo-socratismo, mas são maus mártires. Se fossem bons, rebentavam desde logo com a suprema vaidade do Primadonna pelos seus extensos malefícios e espessas mentiras ao sacrificar o País, sob juros assassinos, aos desígnios de Poder mantido a todo o transe. Maldito.

1 comentário:

floribundus disse...

o pm já lavou as mãos