sexta-feira, janeiro 11, 2008

UNILATERALISMOS COM OS DIAS CONTADOS


Pedro, não mencionaste, e deverias!, o papel específico da blogosfera
neste reponderar do assunto Novo Aeroporto de Lisboa.
Nunca mais me esqueço que uma das coisas que,
depois de ter apoiado Menezes, logo nele me desiludiu,
foi o facto de ter apagado o seu blogue, recentemente erigido,
aliás, exclusivamente para efeitos de campanha pela liderança, e mal a obteve.
No fundo, despreza-se o que o Povo diga, o que o Povo pense, o que o Povo sinta,
e os blogues tornam-se instrumentos para determinados fins,
excluindo o fim de Escutar, de Compreender e de ir falando politicamente claro.
Isto é não ter em grande conta o Povo. É um sinal disso, pelo menos.
Também há quem tenha blogues para estar ainda mais numa resignada Ilha,
mas isso é outra conversa.

Não se pode falar de Sociedade Civil e depois ignorar
o modo como ela melhor interlocuciona e mede forças
com os poderes que Escolhemos para Nos Representarem
a fim de alcançar as melhores sínteses decisórias. Através da Blogosfera, fenómeno evolutivo e em acelerado processo de maturação e organização activa em torno de causas,
com capacidade de influenciar e motivar, unir cidadãos e quebrar políticas obscenas.
A liberdade toma sempre novas formas, mais céleres, fortes e imediatas.
Ir para as ruas, paralizações laborais já não surtem: o que surte é demonstrar o ridículo
e o abuso lá, onde ele é mais intolerável: naqueles a quem pagamos para Decidir e Agir
pelo bem de todos e não apenas pelo bem das Contas de Todos ou sobretudo das de Alguns.
lkj
Parece que é cada vez mais moda ter um blogue, e, na verdade,
desprezar a blogosfera, a sua multiplicidade de nulo,
a sua reprodutividade assuntística,
a sua câmara de ressonância histérica quanto a temas momentâneos,
a sua infecta expressão hiperbólica de gente que come, queima, quina,
dorme, drama, draga, trabalha, trambica, trastiza,
ama, anda, ondeia, odeia, oleia, coleia, sonha, sanha,
fode, falha, finta.
Mas isso é tipicamente desprezar AS PESSOAS.
lj
E as Pessoas São Blogues, os Blogues intervêm e pesam na Sociedade,
mostram o que se sente e se sofre, o que se quer e não quer,
nada mais próximo da emanação sagrada e conflitual nas pessoas que os Blogues.
lkj
Concordo contigo: acreditar nos (dar o benefício da dúvida aos) Políticos
é Absolutamente Proibido e esta questão do Novo Aeroporto de Lisboa é nisso exemplar.
O que é necessário é conhecer, controlar,
vigiar, moderar, exercermos directamente nós, cidadãos,
um rumoroso controlo de Senado Romano
sobre o Imperador/Executivo, já que os Partidos Políticos Opositivos
o não fazem (nem bem nem mal, demitem-se)
e no mínimo andam, alias, precisamente a reboque da Blogosfera nessa tarefa,
quer no modus, quer no tonus.

8 comentários:

SEMPRE disse...

Joshua
Concordo contigo. A blogosfera pode ser o mundo da liberdade e da informação. Um mundo de afectos e de solidariedades.
Os que a usam como trampolim, não prestam e cedo se percebe quem vem por bem e quem não vem.
Um abraço Joshua.

SILÊNCIO CULPADO disse...

Joshua
Que a blogosfera seja daqueles que a utilizam com liberdade, solidariedade e respeito pelos outros e por si próprios.
Quem procura caminhos menos dignos para encher o ego ou para fins menos dignos que seja banido. É só não visitar nem ligar.
E, sobre isso, acho bom dares um saltinho ao Silêncio pois o teu texto está sempre a receber opiniões.
Beijinhos

Laurentina disse...

Olha joshua,
vim aqui direitinha depois de ler um coment+ario tosco...sem mais anda por ai muita gente frenetica em encher o seu ego esvaziado de AMOR pelo proximo e humildade.
Por essas e por outras é que a sociedade se apresenta tal como está.

gostei especialmente dos teus dois ultimos comentarios no silencio, não o disse la para evitar polémica desnecessarias.

achei estes dois post magníficos .
boa sorte na tua nova actividade e tudo de bom para ti e para os teus

bom fim de semana
beijão grande

Silvia Madureira disse...

Joshua:

Desculpa vir aqui sem ler o teu texto publicado no post. Mas...tenho que te dar os parabéns...
Tenho que dizer o quanto eu gostei das tuas últimas palavras e o quanto admiro a tua coragem de mudar.
Sabes que muitos professores vivem silenciados numa constante humilhação e profunda tristeza pelo que os rodeia.
Penso que és uma pessoa de coragem e que arrisca...em nada frágil.
Talvez porque seja professora me identifique tão bem com a realidade descrita...
Sabes que só passa pelas situações é que pode falar delas com toda a intensidade...

Muita força na procura da tua essência e escreves muito bem...não desperdices essa qualidade...

Deixa a hipocrisia que neste momento rege o ensino...gostaria de ter coragem para isso.

Um grande beijinho de uma colega

silvia

amigona avó e a neta princesa disse...

Apesar de teres apoiado o Menezes gostei muito de te ler! Um abraço...(deixei-te um comentário no silencio)...

quintarantino disse...

Ó carago, tu foste um menezista? Tu? Nunca tinha dado por isso...

antonio ganhão disse...

A voz do povo sempre incomodou, não é por acaso que os grandes salões sempre lhes tiveram vedados. Existe muito de discurso directo na blogoesfera. Não é por acaso que as elites, para contrariar isso, se reúnam em blogs colectivos, muitos deles sem possibilidade de comentar.

São os novos salões da nobreza. A populaça, essa passa a vida a rondá-los, a espreitar.

E depois abrem uma tasca convencidos que alcançaram a condição de igual! Deprimente. A blogoesfera deveria ser só para as elites!

G.BRITO disse...

Joshua
Agradeço as palavras que distribuiu em vários blogues. A minha pessoa e os comentários não mereciam tanto.
Confesso que não sendo profissional do ensino, nem tendo familiares próximos nessa área, tenho alguma dificuldade em formar opiniões sobre os casos e situações que relatam. Sempre atento ao que é escrito no blogue da minha amiga Silêncio começo a fazer algumas emendas ao meu pensamento. Você foi um dos que contribuiu para isso.
Um abraço e passe bem!