domingo, dezembro 23, 2007

PÉNIS FELIZ II


Há de facto grandes desconhecedores da Língua Portuguesa
para quem qualquer acréscimo aquisitivo no plano vocabular e no da sintaxe
representa uma ameaça somente comparável ao H5N1.
A uma de estas minhas postas, que continha a doçura poética
da amargura da minha vida, titulei Pénis Feliz.
Claro que ninguém se perguntou duradouramente e com intensa curiosidade por que motivo.
Em que é que eu estaria a pensar?
Alguém aí, grito daqui como se estivesse numa montanha e a minha voz ecoasse,
tem uma pista?

1 comentário:

Abrenúncio disse...

Na Maga Patalogica?
Saudações do Marreta e Boas Festas!