quarta-feira, julho 06, 2011

ESTERTOR DO CAPITALISMO LOUCO

«O capitalismo sem território corre o risco de ser a sepultura dele-próprio (assim como a 'democracia'), pois não serve 'fim algum' senão a ambição de gestores bem-vestidos. Em 1929, o valor das acções era várias vezes superior ao total metálico de verdadeiro dinheiro em circulação  o que teria de ter um fim; isto apenas com telégrafos e periclitantes linhas telefónicas. O Fascismo não acabou com o capitalismo mas sim instrumentalizou-o  dominando-o: "um mal imprescindível ao progresso". Mas a desregulação da finança e da banca, assim como a informatização do dinheiro  cada vez mais virtual e traiçoeiro  aceleraram brutalmente o descontrolo por parte dos poderes eleitos. Que, valha a verdade, "não sabem o que querem nem para onde vão".» Besta Imunda

2 comentários:

floribundus disse...

fui sempre contra a queda da urss
deviam ter ajudado Gorbachov

a escumalha doe EUA ficou à solta,
foderam-nos e foderam-se

floribundus disse...

Irmão
pode ver Bloemaert no viático
forma diferente de pintar temas cristãos