quarta-feira, março 05, 2008

JÚDICE, O ARISTOCRATA ABSURDO


Ainda bem que vivemos num país democrático
que permite a um homem (que outrora talvez tivesse independência de espírito,
que outrora talvez tivesse uma ética e um sentido global dos problemas)
dizer quantas besteiradas imaginar se possa e me permite a mim responder-lhe
singela e singularmente aqui.
lkj
O Sr. Júdice, não o Eixo do Maligno José Júdice,
não o Poeta Nuno Júdice,
mas o Sr. José Miguel Júdice da MegAdvocacia
e da Parecerística e Consultadorística Governamental de Luxo,
é, não haja dúvidas disso!, um Fausto português.
Vendeu-se tão completamente que chega a crer de joelhos no que diz.
Ontem, na Regra do Jogo, da SIC-N, a propósito dos professores,
falou depreciativamente do seu preparo nas manifestações
e disse, pejorativo,
não conceber que os seus netos fossem ensinados por tais espécimes docentes.
Será que viu que eram todos gordos como Marinho Pinto?
Será que ouviu serem todos desbocados como o próprio Júdice em Directo
acerca de Marinho Pinto?
lkj
Na verdade, para esta Quimera Espiritual chamada José Miguel Júdice
só existe a própria dimensão alheada e isenta de compressões sociais
e de injustiças vergonhosas,
só existe o seu incomensurável ego e inefáveis costas quentes.
É um intocável aristocrata absurdo do Lado Favorecido Governamental.
Para ele, defensor cego e incondicional do Governo que lhe (aos seus) paga a peso de ouro,
não há País para além do visionarismo socratino e da autocracia socratina.
Para ele, o País espezinhado e esbulhado não existe.
Para ele, o País Sonegado na Justiça,
Injusto na Riqueza Distribuída,
Horrivelmente Deprimente na Coesão Social
desempregado, desmoralizado, marginalizado, não interessa nem conta.
Deveríamos ter todos a magna satisfação do Sr. Júdice.
lçkj
De igual modo, nada do que o Sr. Júdice diga nos soa a saudável.
Nada dele nos parece fluir limpo e puro, independente e credível. Nada!
É mais um papagaio tendencioso falante que grasna, grasna, e não nos diz nada!
Já niguém leva a sério a comédia dramática de este Governo trágico.
Já ninguém se comove com as vozes de burro que falam por este Governo!
É somente um Filme Mudo toda a acção do Executivo.
Não há contra-manifs que lhe valham!
Este Filme Mau está a chegar ao fim, com mais razões para chorar que para rir!

4 comentários:

papundy disse...

Thanks for supporting my blog. I am not fluent in portugese but I like the content on your sites. Its great to enjoy common interests from people around the world!
Até logo

mar_ disse...

hola soy una chica de barcelona solo darte las gracias por entrar en mi blog marta

António de Almeida disse...

-O problema nestas matérias é mesmo as generalizações. Também vi um exemplar a disparatar, que horror, ainda bem que não foi meu professor. Mas também vi professores expondo pontos de vista, para os quais a sociedade não tem conhecimento, logo não está desperta, e não me importo de subscrever alguns desses argumentos. Quando fui aluno, tive bons e maus professores, razão pela qual sou favorável á avaliação, mas não obrigatoriamente esta avaliação, ainda que prefira esta a nenhuma, mas seria preferivel professores e oposição apresentarem propostas alternativas. Ainda hoje se viu em relação á ASAE que o governo recua, é preciso fazê-lo recuar, mas não é na rua, é com esclarecimento, com opinião pública.

SILÊNCIO CULPADO disse...

Joshua
Vou fugir ao texto e fixar-me na imagem do meu querido Chaplin que dizia
"Gosto dos meus erros. Não quero renunciar à liberdade maravilhosa de me poder enganar."

Beijinhos