terça-feira, dezembro 29, 2009

ESPÉCIE DE SEX SHOP DO REGIME

«Entretanto, a facturação da J. P. Sá Couto, para onde se transferiram os negócios de centenas ou milhares de PMEs, subiu em 2008 mais de 1.000%.» Não, o Magalhães não é um destruidor de empregos. É um maná de transumâncias financeiras, dinheiro público vai, dinheiro privado vem, até agora mal explicadas, mas isso agora não interessa nada ao CC.

Sem comentários: