sábado, dezembro 26, 2009

MOURINHO OU O MEL DO FC PORTO

Podem passar anos e mais anos, uma coisa Mourinho nunca esquecerá: no FC Porto esteve blindado de uma imprensa tendenciosa e pobre em Portugal e que ele despachava com duas de retórica. Tinha um Presidente ímpar no Mundo. Em Itália, como na Grã-Bretanha, a imprensa é verdadeiramente competitiva, pluralista e independente, por isso corrosiva, beligerante e impiedosa contra os alvos que decide abater ou simplesmente testar. Mourinho está e estará sempre na berlinda em terras de Itália. Como é homem de trabalho, de mesmo muito trabalho; como não tem quem se exponha aos media por ele; como nada tem a ver com a lata de um Primeiro-Ministro unicamente mediático, controleiro e hábil na bravata que paga a assessores infinitos para lhe fazerem a papinha toda de aldrabar, um líder que toda a gente percebe apenas debitar refrões para consumo imediato, Mourinho está e estará sempre exposto a um desgaste semelhante, mas infinitamente superior, ao de Paulo Bento e nem a sua vida nem a sua glória serão fáceis.

Sem comentários: