domingo, dezembro 27, 2009

OS APERTOS DE JESUALDO

Jesualdo, devidamente apertado pelas recentes evidências e as novas circunstâncias, vai lá, isto é, há-de segregar uma equipa campeã de Portugal e com desempenhos excepcionais na Europa. Se não for, há soluções. Sempre se descortinaram soluções no FC Porto. Uma coisa é verdadeira: o Mister tem sido um treinador à altura dos tempos e das necessidades. Entretanto emergiu um Braga, um Benfica de excepção começou a inchar. O FC Porto titubeia, transferência vai, transferência vem, mostra-se abaixo do seu hábito de ganhar como um escovar de dentes. Talvez esteja na altura de um inesperado passe de génio ao nível da gestão do clube.

Sem comentários: