quinta-feira, dezembro 31, 2009

VACAS SAGRADAS DO REGIME


Fala Vítor Ramalho, mais um daqueles socialistas postos à vez a pronunciar-se, rodízio redundante, sobre o momento forçado de crispação institucional. Serviu de escudo humano a Vital Moreira, protegendo-o aflitivamente de algumas inofensivas garrafas plásticas com alguma água inócua. É um «conhecido soarista». Sabe por experiência que o Regime acalenta vacas sagradas como Soares. Para além de todo o palavreado constitucional que agora arengue, Vítor Ramalho sabe que o PM se tem a si mesmo como mais uma Vaca Sagrada do Regime. Noronha do Nascimento também considera Sócrates Vaca Sagrada do Regime. Igualmente o PGR assim o concebe. Ora, nós sabemos os constrangimentos de toda a espécie que essas vacas instituem na pólis, bosta aqui, bosta acolá, circulando pachorrentamente e engordando com toda a impunidade. Quem lhes danifique o pêlo com o roçar de um dedo opinativo pode até ser linchado na praça pública, que hoje é basicamente ficar sem o emprego. Alguma coisa terá de mudar para acabar com essa lógica sacral no que toca a nada mais que vacas. Num país normal, não existe such a thing. E não são nada siameses, PR e PM, pela simples razão que, para o Regime, Cavaco não é uma Vaca. Sagrada!

3 comentários:

Anónimo disse...

Vaca vaca é a manuela ferreira leite, vaca e velha!

Anónimo disse...

Mas não é ela que está a avacalhar a política, os políticos e o Regime.

Anónimo disse...

Só uma vaca pode avacalhar, querem ver que se refere à Maria José Nogueira Pinto?