sexta-feira, setembro 01, 2006

BLOGSFERATV














Meter os dentes nos blogues,
ficar agarrado ao sangue de humor e vida neles,

seduzi-los para o teu, agarrá-los numa hipnose de conquista adversa.

Amestrar os ódios anónimos conquistados
na legitimidade provocatória e desinstalante

de criares e obedeceres à tua natureza
criadora.
Criadora. Não papagueante, panegírica, banal de pardal arvorado em rouxinol
monopolista da decência e da seriedade, justificando-se mentindo em toda a parte!
Blogues que viciam porque te cumulam de humor e de vida.

Resistir, isto é, que resistas, é fodido para quem te odeia porque sim,
que é a maneira mais inteligente e estúpida de odiar,

é fodido para quem se te cola como a sarna ao lazarento cão
ou a remora ao ventre sphyrna lewini tubarão.

Porque se há quem te post comentários paneleiros anónimos
também há quem crie blogues rabetas só para te meter nojo anonimamente na mesma,

o que é agradável, tendo em conta a oportunidade para mais um exercício de retórica genial,
enxota-moscas dessa profissão prestável
que é mostrar anónima azia,
fazer anónimos trocadilhos sexuais envolvendo a tua família,
dizer anonimamente que és mau na tua profissão.
Todos os que não são Calinas e fazem isto são Calinas.

Para quê processos de barramento, quando se pode surfar na polemicazinha
e dar ainda mais pancada em quem a implora?

O apagamento é o mais adequado e justo que se apõe a tais desastres naturais,
coisas que se podem accionar, como quem desvia a merda do caminho

com uma forte mangueirada
ou como quem põe o lixo fora de casa pelo fim do dia.

No mais, como é bom estar vivo!

Joaquim Santos

1 comentário:

Anónimo disse...

...infelizmente as coisas que
por aqui podem acontecer.