quarta-feira, setembro 13, 2006

METABOLIZAR A DOR INFLIGIDA



















O importante é que há ainda subida a pique,
há imenso o que se explore, pense e diga.
O importante é que ainda há mistério,
assim como bondade,
assim como alegria
e por onde te evadas sempre livre.

Sem dúvida que o teu perseguidor-visitador-mor,
o teu indiscutível vigilante-mor RB,
a única entidade conhecida com perfil para obsessões,
para aflitas recordistas vistitações (agora estrategicamente extintas para se concentrar numa ainda mais perfeita vigilância e perseguição exclusivas)
e desdobramentos negadores proporcionais à respectiva malícia e vontade exagerada de se justificar,
que se enterra todo nos ataques que te faz
e sobretudo no modo como os faz, na sôfrega vontade de provar de ti não se percebe bem o quê, muito menos para quê,
peleja, ameaça, insiste e insulta,
procura arrastar-te para baixo, desacreditar-te e nivelar-te pela sua sórdida medida anónima.

Percebe-se porquê. Porque deixou registado neste blogue a assinatura de todo o seu fel,
da sua baixeza, onde anteriormente era mais um anónimo demente,
demonstrando explícita e ridiculamente por A mais B, ponto Um e ponto Dois,
o pecado capital de um lapso ortográfico,
que te tivesses defendido, que tivesses contra-atacado, que tivesses resistido.
Essa sua auto-denúncia explícita de insultador experimentado,
queda de uma insustentável máscara,
fez deste blogue um alvo a abater.

Mas o importante é que nada pode.
O importante é que será completamente inútil.
Quanto ao facto de que te irrites e uses o calão,
é suma hipocrisia condenar aquilo que nos é a todos conatural:
niguém escapa a um ou dois excessos de linguagem.

A única diferença está em fazer ocasional poesia também com isso,
assumindo-a inteiramente,
como quem exorcisa ou metaboliza a dor infligida
e outras toxinas.

E outros besouros.


Joaquim Santos

(Não acredito em 'amigas' que não tenham uma perspectiva de conjunto do que tem sucedido a este blogue e me minimizem não apenas a mim, mas às minhas razões, às minhas convicções dedutivas, que invertam a lógica toda, fazendo de mim o peseguidor, quando tenho sido eu o perseguido; fazendo de mim o obcecado, quando tenho sido claro objecto de fixação da malícia alheia. Muito menos acredito em 'amigas' cujo rosto ou nome permanecem ocultos, disfarçando as razões verdadeiras da sua falsa intervenção sincera).

11 comentários:

Anónimo disse...

Seja quem for o tal, continua a esmagar-te o cérebro.

Anónimo disse...

O Kinkas Calinas RB-com-sotaque gostava que fosse um 'tal' e um 'seja quem for', mas já está provado que é o RB, mai nada.

Anónimo disse...

O Kinkas RB anónimo é badalhocamente sujo.

Anónimo disse...

O Kinkas RB anónimo nem sequer tem cérebro.

Anónimo disse...

O Kinkas RB anónimo-com-sotaque tem cu e tem medo por isso já não aparece como Kinkas para ver se se esconde melhor.

Anónimo disse...

O anónimo Kinkas RB de V.C. extinguiu o blogue Kinkas e rendeu-se ao poder da frase curta porque se denunciou todo na frase longa.

Anónimo disse...

O Kinkas anónimo canoro não podia conciliar as férias ao mete-nojismo neste blogue, por isso queria um conveniente armistício com o joshua, um pacto, mas sob o mesmo tom de ameaça e sobreaviso, o cabrão.

Anónimo disse...

O Kinkas RB está estranhamente ausente para quem te insultou tanto e tanto te ameaçou quotidianamente e depois ainda me quis pôr as culpas, a mim, Olívio Matos, que não passo de um pseudónimo entre muitos atrás dos quais um babadolas ou um grupo de babadolas, cúmplice e adoentado, se esconde. Mas afinal quem é que esmaga o cérebro de quem? É primeiro preciso tê-lo para que seja esmagado.

Anónimo disse...

Pois claro que teria de ir por aí.
Já ninguém acredita, todos viram o que Joaquim Santos continua sem perceber que ele mesmo enterrou a sua credibilidade.
Uma mente perturbada, só isso.
E queria essa "coisa" dar aulas.
Por aquilo que tenho lido, que ele, o Joshua, escreve como anónimo, está a precisar de internamento num hospício, na ala dos perigosos, embora só seja perigoso para si mesmo.
Nunca tinha visto nada assim, alguém que mente compulsivamente ao seu próprio cérebro.
As suas ameaças a RB são só nojentas, tal qual o senhor que já mete nojo.
Senhor Joaquim Santos, como alguém escreveu, trate-se, o senhor seguramente está a fazer muito mal aos seus.
Tenho muita pena de si, as melhoras.
Xico Guedes (xicogu@gmail.com)
PS: Ao escrever em meu nome, demonstra mais uma vez a sua cobardia, continue, força, está com um belo score.

Anónimo disse...

Mandei-lhe cópia para o seu e-mail joshuaquim7@hotmail.com
acaba de perder mais um leitor.
Aliás, eu já sabia que dessa cabecinha não saía nada de bom.
Trare-se ou ...

Xico Guedes

Fui

Anónimo disse...

O Kinkas é o mesmo que me deixou no mail uma longa e triste anedota reflexa dele próprio. Sei quem ele é, mas ele esconde-se na toca com medo de ser descoberto ao ar livre. Prefere criar fungos nos pés ao bafio, daí a inspiração para o seu endereço de e-mail. Mostra-te Kinkas, responde aqui o que não respondeste no mail...