domingo, setembro 17, 2006

LACTANTE LUZ


















Nasça o dia,
luz suave que desliza à beira névoa,
transparência láctea, nívea,
deste cio desse seio
por sumo,
mamilo,
montículo gémeo,
carnação de fogo,
arfando luminosa por vindima.


Joaquim Santos


(Agradeço toda a solidariedade manifestada pelos meus leitores, através dos emails que me enviaram, alguns dos quais corroborando a identidade conspiratória e desinformante do vil duende pseudo-anónimo que, por qualquer razão de-inferno-feita, assediou por tanto tempo maliciosamente, mais que ao meu espaço, a minha pessoa. Asseguro a todos os que gostariam de comentar os meus textos imperturbadamente que tal galfarro foi reduzido à mais absoluta nulidade.)

1 comentário:

Mandacaru disse...

Os seios para uma mulher são o retrato da sua feminilidade, de seus desejos, são fontes de orgulho!
Para uma mulher-mãe são presentes divinos com que alimentamos os filhos de leite e muito, muito amor!
Parabéns por sua filhinha!
Beijos,
Albimorena