sexta-feira, setembro 18, 2009

JÚDICE E O SILVO DA SERPENTE


A declaração de voto neste PS por José Miguel Júdice é natural. Depois de ter vendido a alma ao diabo, cumpre-se o acordado votando e declarando votar nos nos que enchem de guito os bolsos da Malta-que-vende-a-alma-ao-diabo. Simples e eficaz. É o silvo da serpente em todo o seu esplendor sub-reptício. Em quem votará Daniel Proença de Carvalho, o MegaAdvogado com quem obscenamente Sócrates persegue jornalistas tão bem humorados como Ricardo Araújo Pereira? Em quem votarão os administradores da MotaEngil e da Martifer? No diabo, naturalmente. De resto, a campanha de este PS mostra que Portugal entregou o seu destino por engano a uma trupe de bichos imagéticos insaciáveis com recurso permanente à mentira. Mas quem quiser reeditar políticas facínoras e opressões fajutas que lhes dêem mais quatro anos.

1 comentário:

Anónimo disse...

Ora aí está um homem de boas contas.

Recebe e paga.

Quando não se tem vergonha na cara, a vida é facílima.