domingo, novembro 14, 2010

ACHO MAL

Se é verdade que o deputado socialista Miguel Vale de Almeida afirmou que as declarações do ministro da Presidência, Pedro Silva Pereira, sobre a não permissão do Governo para o apadrinhamento de crianças por casais homossexuais “relevam, no mínimo, da ignorância”, eu acho que fez muitíssimo bem em afirmá-lo. Concordo do fundo do coração. Trata-se de uma ignorância especializada, uma ignorância com surtos que por vezes se espraia noutros domínios como a despromoção da economia nacional mas não da economia dos amigos do PS, a ignorância do pé em que está a execução orçamental, ignorância do conceito libertador da sociedade civil, afinal oprimida e sufocada de fisco e irrelevante para a política e os políticos do sistema de cunhas e de quotas só para eles; ignorância do dever de transparência para com os cidadãos, ignorância-PS de um sentido frugal de estar no Estado. Acho mal que um Governo legisle aos ziguezagues, dê com uma mão e tire com a outra, como se comete contra os funcionários públicos no modo como sempre pagam a factura do desnorte lúbrico e optimista governamentalesco. Tem de ser ignorante um Governo que concede o direito de casar ao par gay, força o aborto à vontade do freguês, mas sufoca as condições de vida das famílias e já não respeita o naturalíssimo e consequente direito de um "casal" gay poder adoptar. Em que é que ficamos? Onde houver preconceitos, há ignorância e erro. E escrevo eu isto, sendo antropologicamente adverso ao conceito 'casamento gay', anomalia conceptual, fetiche e desvario.

2 comentários:

Anónimo disse...

Muito bem Joshua! ao Vale deu-lhe agora acesso de ingenuidade e despeito. Vergonha. E em que questões inadiáveis se perdem estas criaturas biberónicas...Marcianos!

Ass.: Besta Imunda

Daniel Santos disse...

perdão????