terça-feira, novembro 09, 2010

JUROS TERMINAIS

Quantas facadas levámos do poder político até que as consequências do socialismo rapace e sapateiro se impusessem em todo o seu pivete? Quando os juros da dívida pública portuguesa batem hoje um novo recorde, com a taxa das obrigações a dez anos a alcançar 6,966 %, às 10:05h, com o spread face à dívida alemã a atingir também novos máximos, é hora de capitular. Isto só lá vai com um Governo apartidário, um colégio de sábios, um grupo de excelência. Ranço socialista é que nunca mais.

Sem comentários: