segunda-feira, novembro 29, 2010

WIKILEAKS E O ESTOURO PORTUGUÊS

O que vai sendo divulgado pelo Wikileaks é altamente embaraçoso para os EUA e as relações harmónicas com os diversos países coligados, mas eu colocaria a questão ao nível da divulgação dos humores de Edite Estrela apanhados nas escutas a Vara: muitos preferiram olhar para o dedo em vez de olhar para a lua para onde se apontava, matando o mensageiro. Agora é como se um momo estivesse a puxar as saias ao Império Romano em campanha na Germânia, isto é, no Iraque, no Afeganistão e por aí fora: o ridículo, o cúmulo do impróprio está ao léu. Lamentavelmente, a coisa não será diferente do que se passa em Portugal, onde a podridão política bóia e ninguém quer saber do estouro que por aí vem. Por mais fugas de informação nacionais e mais podres que se denunciem, segue tudo como habitualmente: o PS-Governo mete à pressa a sua rapaziada, o saque geral ao Erário prossegue, todos os maus cheiros do Poder permanecem intactos, nada se renova.

2 comentários:

floribundus disse...

resta fazer a nacionalização dos bens dos xuxas
e enviá-los para a emigração

francisco disse...

Acabar com essa corja, só a tiro.