quinta-feira, junho 23, 2011

BASILISCO RATO BASÍLIO

Este Basílio, além de Rato que zandinga umas coisas [ena, inventei um verbo novo!] e maluca outras, só pode ser uma criatura quimérica: «... "as coisas não vão correr bem, embora, como português, espero enganar-me". [...] Basílio Horta fala ainda sobre José Sócrates e o seu futuro: "Vamos ver qual será o futuro. Há muito água por correr debaixo destas pontes (...) um político como Sócrates nunca desaparece definitivamente".» Económico

1 comentário:

Anónimo disse...

Basílio está demente. Basílio já era demente (doente, coitado...) quando o psicopata-mor o assediou para as funções da "promoção da economia". O psicopata, ele-próprio, já era há muito um psicopata - irremediavelmente perdido na sua própria contemplação, delirando e babando-se - quando foi reeleito pelo povo-dos-2.9%-de-aumento. O psicopata devia voltar, sim, mas para a cadeia; e cumprir com Basílio uma pena pesada no hospital-prisão de Rilhafoles: os dementes e os criminosos-dementes às celas acolchoadas, pois. Como dementes e delinquentes psicopatas, poderão errar nos corredores - de bata branca aberta nas costas, traficando remédios e analgésicos e cigarros; Santos Silva também por lá devia andar e, na hora da terapia de grupo, contaria piadas e 'estorinhas' de malhar e salivar - rematadas com um risinho estridente e perturbado; Almeida - o velho-almeida - a tudo assistirá também, por detrás da sua máscara de oxigénio e amarrado em silêncio à sua cadeirinha de rodas.
Mas preparemo-nos para mais e mais demência: os seguros, os assizes, os candidatos, os "...das primárias para o cargo de primeiro-ministro", os amantes de governadores civis, os anti-revisão e os pró-albanismo-constitucional, os bloqueadores de soluções, os costas-reluzentes, os carvalhos-da-silva e os proenças, os roedores da manutenção à força do úbere estatal (só para eles), as pittas, os câncios, os gomes, as edites, as gabrielas (não confundir com 'i Gabrielli', Giovanni e Domenico), a vasta clique de neomarxistas e neochulos partidários da continuação da drenagem-pirata do erário público, os "dos institutos", etc, etc: todos treinam ao espelho - e com amor - os seus melhores esgares.

Ass.: Besta Imunda