segunda-feira, junho 27, 2011

FACTOR ROBERTO SEM ROBERTO

Há jogadores que estão nos clubes e nos balneários como o cimento entre tijolos. Unem. Lideram. Cimentam camaradagem. E fazem-no durante anos. Com o seu carisma e experiência, criam um espírito de corpo, arrastam o grupo para cima, para que a coesão básica ali não tenha de ser inventado época após época pois se trata de matéria delicada. Se beliscado esse cimento, tudo redunda depois em desmoronamento fragoroso: a evacuação de Quim, na época passada, foi uma opção pela ingratidão e pelo experimentalismo Roberto. A responsabilidade foi jorge-jesusiana. Saiu cara. Aliás caríssima com os desempenhos avícolas de Roberto, o melhor guarda-redes do mundo, mas apenas para a mamacita dele. De igual modo, a saída de Nuno Gomes arrisca-se a ter custos igualmente vexatórios ou pelos golos que marque [ao próprio Benfica] ou pela utilidade no relvado que afinal evidencie. Recorde-se o caso de Raúl González, no Schalke 04. Isto é fatal como o destino. É só esperar. 

6 comentários:

FireHead disse...

O Nuno Gomes não merecia ter saído da maneira que saiu do Benfica, mas merecia sair do Benfica. Que vá para onde ele quiser e que seja profissional, de preferência marcando golos ao Sporting e ao FC Porto.

joshua disse...

Hehe Abraço, meu caro FireHead!

floribundus disse...

os índios do sport lisboa betão e pneus despedem bons treinadores (Ivic, Camacho, Flores, etc) e jogadores (Quim, Gomes, etc).

necessitam vários semáforos para regular entrada de nabos e saída de bons

espera-os o 2º ou 3º lugar que merecem

joshua disse...

Tem sido regra, caríssimo floribundus!

Anónimo disse...

O Roberto estava à venda por 4 milhões e o Benfica comprou-o por 8e meio.
Será que na sad vermelha há algum homossexual?
Só mesmo a paixão de alguém com poder de compra pode justificar a operação.

Joaquim Alves disse...

Então mas o tal de "Jesus" não era melhor do que o Mourinho???

Pois é verdade, há cópias e cópias, e algumas são muito "falcatas"!!!