segunda-feira, junho 20, 2011

SEM RESGATE DO RESGATE

«O Governo terá de, até ao final de Agosto, "realizar e publicar um levantamento completo dos pagamentos em atraso" do Estado aos fornecedores, que somam cerca de €2.300 milhões só na área da Saúde e da Construção. Segundo o acordo de resgate financeiro, o novo Executivo terá de "realizar e publicar um levantamento completo dos pagamentos em atraso abrangendo todas as categorias de despesa vencida e vincenda até ao fim de Junho", não só da Administração Pública tradicional, mas também de todas as empresas públicas, ou seja, aquelas "que não integram o perímetro de consolidação". Depois, no máximo até Setembro, terá de estar definido um "calendário ambicioso e vinculativo para liquidar todos os pagamentos em atraso".» Expresso

1 comentário:

lawrence disse...

UUUUUUUUUIII!!!