quarta-feira, fevereiro 23, 2011

MANANCIAL DE PORCARIA

O recluso "corrigido" pelo GISP emerdava a cela e o cheiro contaminava a ala e infernizava a vida dos restantes reclusos. O que fazer? Torturá-lo? Limpar-lhe alguém a merda pro bono? Rui Pereira deve saber o que deve ser dito com o manancial de tretas de que é detentor. Depois das recentes presidencais, tornou-se um óbvio especialista em trapalhadas e boas merdas.

4 comentários:

floribundus disse...

rei da merda num nacional-socialismo merdoso
cádáfi à Terreiro do Paço

Daniel Santos disse...

não estou a ver a relação entre o caso e o Ministro...

Anónimo disse...

O ministro da Justiça vai ser chamado ao Parlamento para prestar declarações sobre o caso da agressão de um recluso na prisão de Paços de Ferreira, assim que haja resultados do inquérito.

José Domingos disse...

É vergonhosa, a força demonstrada pelos gisp, não ofereceu resistência, e o apoio psicológico, cá nesta pocilga, faz-se, com uma tazer. Uma demonstração de força exagerada, que faz sentido, sendo uma amostra da pressão,que poderá ser exercida, sobre o povo, se este começar a querer ter opinião. O sindicalista, destes moços de recados, veio logo defender o dono, que tudo isto está previsto, que é de lei, fazendo o seu numero, em troca de uma boa vidinha.
Mesmo que não fosse de lei, arranjava-se,uma alínia, para justificar. Processo, não vai dar, se der, deve desaparecer, como agora parece ser moda, como desaparecem as provas, enfim, estamos no terceiro mundo.