terça-feira, fevereiro 22, 2011

PLANO INCLINADO E SECCIONADO

Quando se fica a saber do fim do programa Plano Inclinado inclinamo-nos para a constatação do peso mortífero dos lóbis maçónico e socialista nas políticas da opinião, da informação e, logo, da divulgação ou ocultação sorna dos números igualmente mortíferos da economia portuguesa, os quais deveriam dar prisão efectiva aos recentes locatários políticos da função de Primeiro-Ministro. Não seria a primeira vez que cortam o gasganete à raiz do pensamento, especialmente se o pensamento os acusa de comportamentos de tríade: danosos do mérito, sonegadores da justiça, sabotadores da honestidade. Manobristas. Proteccionistas. Mentirosos. Circenses. Aos que não gostam particularmente de Manuela Moura Guedes nem de Medida Carreira nem de Mário Crespo nem de quantos falem dos factos negros e da desconfortável verdade dos números portugueses, façam um jubiloso brinde com merda. Hip Hip Hooray, motherfuckers! 

3 comentários:

Anónimo disse...

Senhores da classe política que nos tem governado: também nós estamos a ficar fartos das políticas de quem nos governa. Os portugueses não esquecem quem aprovou o Orçamento para 2011 (PS e PSD), que incluiu cortes salariais, aumento de impostos, cortes no abono de família de famílias carenciadas, etc. e que, associados a outras medidas, não incrementam o emprego para os jovens, licenciados ou não, nem defendem os mais desfavorecidos, nomeadamente desempregados, idosos, pobres, abandonados, marginalizados, etc. . No entanto, na sexta feira, PS e PSD não se esqueceram de defender afincadamente as faustosas regalias e as altas remunerações dos gestores públicos, a quem não chega o vencimento mensal igual ao Presidente da República, já por si relativamente elevado e correspondente a cerca de 20 ordenados mínimos nacionais. … Senhores das classes políticas dominantes: os portugueses podem ser pacientes até determinado limite…Depois não se admirem de, por cá, ocorrerem situações de revolta idênticas às do Egipto, Líbia, Tunísia, Marrocos, etc.

José Domingos disse...

Penso, que ps e psd, são farinha do mesmo saco. O polvo maçónico, está instalado.
Não aprendemos nada sobre a história.Na 1ª republica a maçonaria, sangrou o país até ao fim,afilhados, jobs, for the boys, censura nos jornais, perseguições politicas e pessoais, assassinatos, pela carbonária.
Agora, ainda não se começou a assassinar, fisicamente, socialmente já.
Os poucos, que têm coragem para falar dessa máfia, são silenciados, e ninguém tem coragem de denunciar, publicamente, essa corja, com poderes para os quais, não foram eleitos.
Uma sociadade, dita de democrática, não justifica, sociadades secretas. É uma aberração.

kika disse...

Parabens pelo serviço que este blog
presta, clarificando-nos o pensamento.
Visito-o diariamente