sexta-feira, fevereiro 18, 2011

SILENCIAMENTO E COVARDIA

«... estranho que para o efeito visado e tendo a TVI o exemplo caseiro do silenciamento da jornalista Manuela Moura Guedes, não a tenham incluído como caso paradigmático de afastamento de uma figura incómoda para Sócrates. E uma vez que isto anda tudo ligado, pergunto-me o que terá acontecido às prometidas e bombásticas revelações outonais de Pacheco Pereira a propósito do envolvimento de Sócrates no caso PT/TVI. Talvez se tenha tratado apenas de mais um caso típico do blá-blá-blá nacional, muito dado a grandiloquentes retóricas de circunstância e a fogos de palha, mas que se inibem, distraem, esquecem ou escondem quando se trata de agir.» Octávio V. Gonçalves

2 comentários:

floribundus disse...

ditado alentejano
'cacarejar não é pôr ovo'

José Domingos disse...

Este circo já só tem os burros. O público, composto basicamente por palhaços, esse há muito que já não ri nem faz rir, não chora nem faz chorar, não aplaude nem pateia. O crime escorre? Deixa escorrer. Até que, de fraqueza, não tenhamos força, para levantar a cabeça da merda.