sábado, fevereiro 19, 2011

PACHECO — NOVO ACHAQUE DE IDIOTIA

Uma das coisas mais irritantes e detestáveis em José Pacheco Pereira, além do cínico cataventismo, são os seus achaques de idiotia. Trata-se de uma máquina demasiado raciocinante em modo sobranceiro e menosprezador para ser verdadeiramente intelectual. Como é possível, de boa mente, conceber que o PSD se concilie alguma vez com o PS se o PS, sob a clique de Sócrates, não existe senão enquanto lixo moral e se, com o sapateiro Sócrates, não passa de um conciliábulo de sanguessugas que nunca se enxergam a si mesmos quanto mais a realidade?! Que essa coisa-partido se purgue primeiro, coisa que Henrique Neto, Carrilho, Benavente, Arcanjo parecem ensaiar fazer, embora lhes imputem outros interesses. Não. Nem pensar em alianças dessas, ainda para mais com odiosas e pardacentas figuras com alzheimer moral, como Almeida Santos, esquizofrenia política, como ASS, e outras abomináveis avantesmas. Só com o PS de joelhos por dez anos será possível reerguer Portugal em dez anos, instaurando desde logo a qualificação e a competência na Política lá, onde a ratice e o arrivismo mais reles fizeram o caminho que se sabe e nos deu a bancarrota e nos deu a supressão de um telejornal incómodo e nos deu processos a jornalistas, perseguição e indignificação de professores e outras nojeiras socratinas.

6 comentários:

Anónimo disse...

é preocupante o que acaba de ser revelado, pois parece-me que o sr pacheco pereira é um bom político que entende quando deve divulgar certas "bombas". eu estou de acordo que venha o fmi para o nosso país. não é vergonha alguma para nós, antes pelo contrário, é sinal que reconhecemos que estamos mal, o que é uma virtude. entendimento entre o ps e o psd? não creio que alguma vez se entendam... têm que existir muitos cortes, menos lucros das empresas públicas - edp, galp... é ridículo existirem gestores ou directores de empresas públicas ou privadas/públicas a terem ordenados superiores às 2 personalidades mais importantes do nosso país: presidente da república e primeiro ministro. também é altura de apertar com os bancos, principais culpados desta crise e que parece que continuam a obter imensos lucros...

Anónimo disse...

Há dois tipos de pessoas que se contorcem que nem lagartixas quando alguém lhes fala de dívida e bancarrota: os parasitas do rendimento mínimo e os parasitas do rendimento máximo.

Anónimo disse...

Estivemos no limite da bancarrota e o sr. não fez nada???? Então ,o que é que o sr. faz ou fez pelo país???? Falar, escrever e, mais nada...... Porque não se candidata pelo P.S.D. e, põe o Passos a andar... Pois é, compreende-se falar é mais fácil e, não é preciso coragem. Pobres políticos que só vivem à conta da política!!! Dão uns palpites e, lá vão uns "milhares" de euros! É tão bom não é??? E, os se fartam de trabalhar "honradamente" e nada têm??? Nesses o sr. não fala , dá trabalho não é ???? Os portugueses não estão minimamente interessados no seu "ódio doentio" pelo Sócrates! Querem soluções, tem algumas? Pois é, tanto trabalho! TEMOS PENA!!!!!!!!!!!!!!!!!

floribundus disse...

a estomagueira não lhe deixa ver a 'minhoca'

Anónimo disse...

O verdadeiro problema que temos é um PS refém de um "líder" (porque à vota dele há apenas areia estéril) determinado e muito mal; e um PSD com um "líder" calculista e sem coragem para fazer o que deve.
A verdade é que ninguém tem-os no sítio para assumir o que de verdade tem que ser feito neste país de gente cada vez mais desinteressada na política.
E o povo vai continuar a acreditar nas balelas do Sr. Sócrates, que irá continuar a ganhar eleições.

George Sand disse...

Por acaso gosto do Pacheco Pereira.
Ma eu tenho um defeito terrível: não alinho por politicas nem por partidos e sim por pessoas.