sábado, fevereiro 12, 2011

NOS ESCOMBROS DE PORTUGAL

Assim que o Bloco de Esquerda anunciou apresentar uma moção de censura no próximo dia 10 de Março, formigaram virgindades, protestaram-se tacticismos e disputas ao nível da esquerda petrificada portuguesa. Mas o que é certo é que qualquer moção de censura sobre este Governo é sempre pequena e tardia. A Prisão era o mínimo. O PS-Governo declara querer evitar o FMI, mas faz pior que mil FMI: vende o País a retalho à China e a quem o agarrar, enterra-nos de dívida todas as semanas, comprime a sociedade de Fisco Criminoso, polvilha de escombros Portugal, negligencia eleições presidenciais, as mais rançosas e terceiro-mundistas. 2011 é o resultado de quarenta anos de poder PS/PSD e de quinze de crime político por incúria e espectáculo: desemprego galopante, precariedade como bloqueio de vidas, pobreza como fado, impostos criminosos que penalizam quem investe e quem trabalha, mas salvaguardam a Banca e a mole de dependentes crónicos dos orçamentos do Estado. Esse Estado mistura-se e confunde-se hoje com o PS socratista: declara defender o Estado Social, mas recua do mínimo dos mínimos com o desmantelamento de serviços públicos, o prolongamento da idade de reforma e respectiva penalização. Quando ao carácter do primeiro-ministro e dos seus pretorianos, ela é a pior possível e o começo dos nossos males. Demita-se. Seja demitido. Basta.

2 comentários:

Anónimo disse...

Na quinta feira passada o BE anunciou a apresentação de uma moção de censura para 10 de Março,não seria de espantar se 6 dias antes tivesse mesmo BE declarado não ser o momento oportuno para uma moção e que não seria o BE responsável por colocar a direita no poder, pior que isto um dia depois o BE afirma que a moção visa também o PSD E O CDS.Levantam-se então duas questões pertinentes:Para que serve esta moção?E a quem interessa esta moção?A moção não serve para nada uma vez que para ser viável teria que ter a votação favorável de PSD E CDS, e como estes dois partidos são visados na moção não votarão a favor.Mas a moção interessa a alguém e esse alguém são o BE e o PS, ao BE interessa fazer o papel de defensores da esquerda,e ao PS devido ao terror ,devido à falta de orientação, e devido à incapacidade em lidar com a situação que se vive ,interessa por 1 lado que não surja uma opção de maioria aos olhos dos portugueses, e por outro na sua queda de popularidade interessa colar o seu maior adversário o PSD.E com estratégias destas que se governa o País.

Anónimo disse...

Até eu queria! Mas se o PS cair quem vai fazer passar medidas de direita? O PCP? O BE? Claro que o PSD não o vai mandar embora já! É evidente que ainda há umas falhas em medidas de fundo que o PSD precisa de negociar e só tem essa possibilidade com o PS no poder! Enquanto que não estiver negociado tudo o que os barões do PSD precisam! Depois sim, vai ser um mar de acusações ao PS e ao seu lider! Portanto podem descansar todos os patrões e todos os barões de direita que há em portugal não vai haver queda do PS! É pena mesmo pena que não vá já embora, mas o PSD sabe perfeitamente que o PS logo que esteja na oposição vai haver forte ataque a medidas de direita por parte do partido socialista que nada tem a ver com o seu lider José Sócrates! Gostava imenso de estar enganado, mas os meus anos de democracia e o meu conhecimento profundo dos politicos leva-me a fazer estas infelizes afirmações!Quem dera que os partidos na oposiçaõ fossem no governo como são quando estão fora do poder!