domingo, fevereiro 20, 2011

NADA COM VOZ DE AGUARDENTE

Não gosto de Pinto Monteiro. Tem tudo contra ele. A inutilidade servil e a mania de se rebaixar ostensivamente a mero guarda-costas de Sócrates: «Escutas? Que escutas?». Numa voz de aguardente sempre arrastada e sibilante, com os olhos muito esbugalhados em nictações de protestação virginal, espraia-se em inverdades muito mal alinhavadas porque não está no seu sangue mentir de igual para igual comparado com aquele que protege canideamente. Vê-lo, ouvi-lo, ler-lhe a palavrice é sempre penoso por causa daquilo que não faz, não é e não representa. Procurador da Maçonaria e do Partido Socialista? Sem sombra de dúvida. E cumpridor, observe-se. Procurador de Portugal é que não é. Fora o que é e o que não é, não sobra nada. Ora, parece óbvio que o Nada dá entrevistas. Deu uma ao DN.

3 comentários:

Anónimo disse...

Este " regime democrático " e este " Estado de Direito " é que são uma verdadeira fraude ! Foi um engodo em que os portugueses caíram, resultante dum acordo (MFA/Partidos) entre militares que não queriam combater nas guerras de África ( quem combatia eram os milicianos, como eu ) e os mentores do comunismo (que colapsou) e do socialismo ( de gaveta) ! O resultado está à vista !

Anónimo disse...

quando é que substituem este corrupto por gente séria a sério ? este pinto monteiro é um dos tentaculos d a corrupção instalada em portugal .trabalha por favor ele e o seu gabinete , corram com este corrupto do lugar que não só tem tentado proteger o socras como persegue quem trabalha para vencer .

floribundus disse...

'atento, venerador e obrigado'