quinta-feira, junho 18, 2009

JESUS NÃO SABE FALAR

Mas saberá trabalhar e bem. Toda a gente reconhece que este Jesus, que mal sabe falar Português, é um General Belicoso, tem autoridade e liderança no balneário que valem por trinta Vieiras e quatro ou cinco Rui Costas. É bom ficar a ver se este Jesus, que é "mau" no que interessa, (mauzinho a pressionar e a exigir qualidade e entrega aos seus jogadores) fará mesmo os milagres a que se propõe naquele clube batido pela borrasca da instabilidade e falta de juízo choramingas de LFV. Ressuscitar jogadores mortiços está na mão de Jesus. Caminhar sobre as águas da Imprensa perturbadora e refocar as cabeças de vento de certos jogadores-estrelas inconsequentes está na mão de Jesus. Confesso que seria uma pena o Benfica perder Jesus, coisa que poderá acontecer, uma vez que o "Movimento Benfica Vencer Vencer" promete dar boa luta ao sr. Vieira, uma espécie de Sócrates do Benfica agora com o mesmíssimo registo "Coitadinho" e "Humilde", imposturice e desculpabilização de última hora. Na sua crítica legítima a esta direcção demissionária, o Movimento coloca o dedo na ferida quanto aos rumo dos últimos anos. O excelentíssimo e humanamente completo Rui Rangel elenca e fundamenta como deverá ser um Benfica Modelar e Sólido a começar pela renovação dos Valores, da Moral, da Probidade nas mais elementares atitudes dos seus responsáveis. Um novo discurso e um rumo inédito, portanto. Toda a lógica desportiva nacional carece de efectiva renovação de mentalidades e de uma ética nova e nisto o Benfica espelha em absoluto o País devastado e degradado pelas lógicas do vale tudo: «Posso acrescentar o meu conhecimento e as minhas ideias. Tenho a consciência de que o Benfica tem excelentes jogadores em termos individuais. E como faço em todos os clubes por onde passo, os jogadores do Benfica para o ano vão jogar o dobro do que jogaram no ano passado. E o dobro, se calhar, é pouco.”»

Sem comentários: