segunda-feira, junho 15, 2009

VIEIRA E O COITADINHISMO LACRIMEJANTE

Luís Filipe Vieira, quando discursa em público, soa sempre ao grande coitadinho do benfiquismo choroso-lacrimejante da abnegação sacrificada pelo clube por oposição aos "outros"nada abnegados apenas sedentos de se lantejoular com o Nome do Benfica, adorno do Ego. E não pode efectivamente pôr-se em dúvida que este presidente tem sido o melhor, o mais sério e empreendedor, desde há muitos anos. O problema é mesmo o Futebol e são os resultados. Dir-se-ia que Vieira ainda não encontrou o discurso mais convincente e a capacidade de mobilização interna mais adequada ao sucesso desportivo das equipas de futebol, época após época. Nem encontrará. Não lhe está na massa do sangue a sagacidade, a antecipação dos eventos. Vieira não tem o dom da leitura arguta da realidade que lhe permita uma actuação preventiva ou um controlo apertado das lideranças intermédias contraditórias na sua cultura, perturbadoras, as quais se dispersam e atrapalham os "intestinos" desse balneário tão sepulcral à equipa principal da Luz. Por isso, e só por isso, até porque não é todos os dias que ao Benfica aporta um detentor de tantos milhões pessoais, é que Vieira não sendo ainda aquilo que o Benfica precisa, poderá suceder-se a si mesmo graças a uma estratégia espertalhaça nas últimas semanas. [Jesus já começa a pesar em todo este processo e não se sabe se o carismático treinador não arranjou lenha para se queimar]. No melhor dos mundos, as épocas falhadas de Vieria determinariam outras experimentações liderantes, como Bruno Carvalho, o grande e ousado empresário do Norte. Mas isto da vaidade que o Benfica inocula a quem o preside, isto do chorar e ser coitadinho e os outros maus, isto do discursar como quem é uma grande vítima e fundamentalmente isto do ter imenso dinheiro à vista para todas as necessidades urgentes de manutenção do statu quo, determinam que nem Bruno Carvalho nem quantos mais se queiram aventurar na Via-Sacra Benfiquista, sejam aprovados. Pelo contrário, serão rejeitados e derrotados porque as massas são previsíveis e simples nestas coisas e não trocam o Fraco pelo Incerto: «O presidente do Benfica vai anunciar hoje a sua recandidatura à presidência do clube. Luís Filipe Vieira marcou uma declaração à imprensa para as 20 horas, num hotel de Lisboa.»

2 comentários:

Joaninha disse...

Como está o meu carissimo amigo? Anda um pouco desaparecido :)

beijos

Joaninha disse...
Este comentário foi removido pelo autor.