terça-feira, junho 30, 2009

VOO IY-626, IÉMEN/COMORES


Novo despenhamento de um Airbus, no Oceano Índico bordejando as oras das ilhas Comores. No Airbus 310-300, voo IY-626, viajavam 142 passageiros, 3 eram bebés, e 11 tripulantes. Sabe-se que 66 passageiros eram franceses, conforme confirmou o ministro das Relações Exteriores, Bernard Kouchner. Não pode deixar de se notar demasiados traços comuns relativamente ao voo AF 447, praticamente um mês depois da sua perda. Primeiro e uma vez mais está em causa a construtora Airbus. Depois são as vítimas. Uma vez mais também francesas, em terceiro lugar o reportar de falhas em inspecções realizadas em França, no ano de 2007: «O ministro francês dos Transportes, Dominique Bussereau, revelou que algumas “falhas” tinham sido detectadas no aparelho durante inspecções feitas em França em 2007, ficando as linhas aéreas do Iémen sob avaliação, mas não na “lista negra”. “Desde essa data que avião não voltou a França”, precisou ainda o ministro, em declarações ao canal de televisão I-tele, avançando que a empresa aérea estatal do Iémen deveria em breve responder num inquérito perante o comité de segurança da União Europeia.»

1 comentário:

Alfredo Ferreira disse...

Apenas um reparo: não houve, neste caso, nunhuma falha na inspecção ao dito aparelho. Na realidade os inspectores Franceses detectaram falhas técnicas e em consequência disso a linha Iemenita ficou "sob avaliação".