sexta-feira, junho 26, 2009

MFL E O CAMALEÓNICO COMPULSIVO

MFL pode bem dizer que é com um argumento extraordinário que Sócrates sacode a água do capote. É evidente que nesta matéria espinhosa, o Governo colocou-se numa posição em que poderá ser preso por ter cão e preso por não ter, mas simplesmente porque ser essa a natureza dos factos em cima da mesa. Com este negócio, o Governo cavalgava a PT discretamente numa direcção suspeitosa alegando ignorância. Denunciado o negócio por amplos sectores críticos da sociedade tendo em conta o contexto histórico recente, por exemplo as declarações de Espinho, por exemplo, o Governo dá meia-volta e o que é que faz?! Faz de mau e de pudico, arreganhando os dentes como se não fosse justificada toda a suspeição. Mais teatro. Do mau e muito mal produzido: «"Compreendemos perfeitamente o interesse empresarial da PT e esperamos que a PT continue a prosseguir esse interesse estratégico na procura de mais conteúdos. Mas esperamos que o possam prosseguir de outra forma, porque o Governo não quer que haja [deixa de quer que haja] a mínima suspeita de que esta compra de parte da TVI se destina a qualquer alteração da sua linha editorial, ou a alterar uma posição de independência relativamente às linhas editoriais de qualquer estação de televisão", declarou José Sócrates.»

2 comentários:

Planetas - Bruno disse...

Se o Governo tinha uma agenta oculta sobre o caso , então o negócio abortou e ainda bem.

Mas vir agora dizer que o Governo não deveria ter tido interferência no caso, após ter sido acusado disso mesmo, é uma estupidez pegada e um oportunismo rasteiro.

Socrates, aos olhos do PSD, tem escarrapachado na testa CULPADO até prova em contrário!

Anónimo disse...

Abram os olhos seus OTÁRIOS.
Desde do inicio desta história... que se percebeu logo que o verdadeiro objectivo do senhor Zeinal Bava era levantar a lebre da golden share!...
É o velho truque: o que dá prejuízo deve ser nacionalizado... o que dá lucro deve ser vendido a interesses inconfessáveis...