terça-feira, junho 30, 2009

O QUE SOARES PENSA DE SÓCRATES

Tarde de mais. O mal está feito. O neoliberalismo infrene de Sócrates que engoliu todo o PS e o seu primado da Aparência Espectacular sobre a substância colocaram este partido socratinizado numa ultradireita desgraçada, oligopolista, cleptocrática, unilateralista do lado dos Fortes e, por isso mesmo, sem credibilidade para o povo que vota e que na verdade confiou no PS para executar uma outra política humanizadora com pés e cabeça. Apanhar-se eleito e começar uma intifada-انتفاضة contra as pessoas é de loucos. É inútil tentar Soares colar a 'Direita' portuguesa aos amigos de Bush e redescobrir no PS uma esquerda nova já que a que Sócrates engendrou é uma que toda se prostituíu e degradou aos valores do Lucro e do Dinheiro contra os que trabalham, contra os excluídos, contra os desempregados. Isso e o hábito enraizado de Mentir, de Desrespeitar a inteligência das pessoas. O Eleitorado-Povo está completamente perdido para tal PS tecnocratizado e esvaziado de humanismo: «Os dirigentes do PS deverão percorrer o País, ouvir e falar com as pessoas com humildade e espontaneidade. Sem promessas vãs e sem demagogia. O Povo tem 35 anos de Democracia e sabe distinguir o trigo do joio. Sentir o que pensa o eleitorado e falar-lhe verdade. É o essencial. Para tanto, mais do que o marketing político ou de grandes cerimónias, feitas para a televisão, que só convencem os que estão convencidos, é preciso chegar até às pessoas, ouvi-las, dar-lhes confiança. Porque as escolhas são elas que têm de as fazer, no segredo das suas consciências. E é isso o que conta, em democracia.» Mário Soares, DN

3 comentários:

Quint disse...

Meu caro amigo, tens de convir que a velha raposa ainda sabe do que fala.

manuel gouveia disse...

As falas de sempre resultam, mas não sempre nos mesmo protagonistas: soa a falso, por mais humildade que se use!

Pata Negra disse...

Os grandes políticos, os grandes pensadores, os grandes artistas, os homens grandes, costumam aperceber-se da altura em que se devem retirar. Este Soares não tem humildade para isso, vai deixar-nos acompanhar o caminho da sua senilidade até ao fim.No PS de Sócrates e Soares não há esquerda, não há socialismo, não há povo, existem apenas vaidades de "condessos".
Um abraço sem dó dos eleitores orfãos