sábado, dezembro 31, 2011

2012, VAMOS DESBRIDAR PORTUGAL

Escusam os socialistas, sintomaticamente detractores de Seguro e nostálgicos de Sócrates, vir com tretas e com a suma hipocrisia de Mário Soares. Não é o Governo Passos que manda completamente em Portugal. Os credores, por interposta Troyka, sim, ditam leis, alterações às leis laborais, reestruturações profundas de todos os tipos e para todos os rótulos, o que quiserem. Quer se queira quer não, há que depurar Portugal de um certo esquerdismo estéril, nada criativo e nada realista e desbridar o Aparelho de Estado da mentalidade mafiosa, tentacular e colonizadora do tal «bloco-centralismo sistémico». A Esquerda hoje compungida «está-se a cagar» para os pobres. Entre definhar uma década com um subsidiismo criminoso socialista estagnador e colocar-nos a crescer segundo bases sólidas e sérias, responsabilizando o maior número de cidadãos válidos pela sua própria vida e pelo País que é o seu, entre ficar chorando e maldizendo a Sorte ou ir a jogo perante mercados exigentes no Oriente, na América, não há escolha. Entretanto, a China vai sendo notícia por tudo e por qualquer coisa. Pelo gorgeous dinheiro fresco e torrencial mas também pela doença: «Um homem de 39 anos, que estava internado num hospital do Sul da China desde o dia 25, morreu este sábado contaminado pelo vírus H5N1, causador da chamada gripe das aves.» Público

Sem comentários: