quarta-feira, dezembro 28, 2011

PINTO DA COSTA, GESTOR DOS GESTORES DE HOMENS


E ávido gourmet de mulheres. Intuitivo e sagaz, é natural o reconhecimento porque nunca tão poucos com tão pouco foram tão longe como ele e o FC Porto, já para não falar de um currículo vitorioso a todos os títulos ímpar no mundo inteiro. Ainda não foi desta que Vieira se viu 'reconhecido': «Pinto da Costa distinguido com o prémio carreira nos Globe Soccer Awards. [...] A distinção foi entregue ao presidente do FC Porto por Fabio Capello, seleccionador de Inglaterra, na gala que decorreu no Armani Pavillion, no Dubai.» Público

9 comentários:

Anónimo disse...

GESTOR DE FRUTA DE DORMIR? GESTOR DE VIAGENS CALHEIROS?

Anónimo disse...

'Ávido gourmet de mulheres' :-)

Quer dôr tão fuuuuunda!!! A clubite cega as pessoas! :-)

floribundus disse...

não gosto do pinto como ser humano,
mas reconheço que é o único que percebe do ofício
o índio não passa disso

Dylan disse...

Mas por acaso Vieira quer ser reconhecido pelo mundo do futebol?!

Anónimo disse...

Acho-te piada. És tão lesto a criticar os sócrates todos da política mas o Pintinho, o corruptor dos corruptores, é o máior (sim, com acento, para ser do Puorto, carago).

O fanatismo, o facciosismo e a cegueira que constantemente condenas, assenta-te que nem uma luva quando se trata do futebol e de defender o nuorte (carago, outra vez).

É uma pena. Até as formas de vida inteligente como tu nascem entranhadas com o vírus do FCP.

E se o Porto tem coisas boas. A cidade é um primor, a gastronomia do melhor, escritores, pintores, etc., etc. Mas o importante, o orgulho do portuenses, é o FCP e o seu boçal dirigente.

Ah, e já agora, não sou adepto do SLB, já que gostas tanto de dividir o mundo em portistas vs. benfiquistas (que tristeza de raciocínio...)

Mas mesmo que fosse, estava-me completamente a borrifar para o Vieira e todolos seus muchachos e jamais consideraria um clube de futebol ou de atiradores de cuspidelas ou fosse do que fosse um orgulho da cidade ou pessoal.

joshua disse...

Olha que não sou assim tão incondicional de Pinto da Costa. Ele passa de bestial a besta com enorme rapidez, mas sabe manter-se bestial por mais tempo que os outros. Mas empatias são empatias.

Relativamente a Sócrates, calar-me-ia se não tivesse hostilizado grupos profissionais inteiros [se não tivesse fodido com o erário como um puto numa loja de brinquedos - os mercados de financiamento da dívida] e tivesse obtido, sem a batota branqueadora de números que fomos vendo, resultados económicos incontestáveis e prestigiadores do País. Não. Deu-nos o holocausto abortivo e a palhaçada do enlace gay. Ponto.

Mesquita Machado, por exemplo, não traz Braga a Pão e Água nem expõe a sacrossanta imagem-Armani todos os dias, ao longo de seis anos de asco, nas putas das TV. Há ali uma cidade e uma microrregião com os mais elevados índices demográficos nacionais e com alguma vitalidade económica. Há corrupção e corrupção. Uma saqueia e esteriliza. A outra partilha e propaga sucesso e empreendedorismo, apesar de todo o amiguismo e nepotismo envolvidos.

Amo o Porto. Amo o FCP. Respeito o dirigente desportivo PC pelos resultados internacionais, mas trata-se somente de um homem.

Anónimo disse...

Portanto há uma corrupção boa: aquela que albertojoaojardinescamente tira a Lisboa para dar às gentes do Norte.

"Amo o Porto. Amo o FCP" Ou seja, as duas coisas estão a par, uma cidade milenar com a sua cultura, os seus monumentos, a sua história e a merda de um clube de futebol (que não é um clube de futebol de merda, entenda-se). Que belo quadro mental! Estamos conversados.

Só concordamos mesmo é no asco a Sócrates.

João das Regras disse...

Se todos os políticos têm mesmo de ser trafulhas, então preferia ser governado pelo Pinto da Costa do que por toda a canalha que por S. Bento tem passado nos últimos trinta e tal anos.
O resto é conversa, ainda que se trate apenas e só de um homem.

Anónimo disse...

Sim, sim, até pq PC é um primor de honestidade.