sábado, dezembro 31, 2011

FIM DE ANO COM ESPREITADELA À CASA DOS DEGREDOS

Catorze familiares à mesma mesa, crianças correndo, rindo em brincadeiras e vozeios eufóricos e venturosos que valem um galáxia, — cá em casa está a ser assim, harmonioso e feliz, o antegosto do novo ano 2012, com o que contenha de ad augusta per angusta. Bacalhau, penca, molho fervido, salada de frutas, vinhos tintos um pouco mais odorosos e menos a martelo, frutos secos e um ou dois queijos nacionais de deliciosa eleição. E, enquanto venho postar mais alguma reflexão efémera, o mulherio comenta a Casa dos Degredos. Entre ser a Teresa Guilherme — e ganhar o que ela ganha, com o ofício simplificado de cuscar, com gula e com arte , e a denúncia do voyeurismo como calcanhar de Aquiles da espécie humana, voga o tema da conversa mulheriana. Entre os homens, bebe-se e observa-se. A televisão, não há dúvida, é um alvo demasiado entediante para fixar o olhar.

Sem comentários: